Atenção!

Upas lotadas: PBH orienta que pacientes procurem os centros de saúde

Segundo o secretário municipal de saúde, Jackson Machado, 70% dos problemas atendidos nas Upas são de baixa complexidade e poderiam ser resolvidos nos postos

Por Manuel Marçal
Publicado em 21 de dezembro de 2021 | 17:55
 
 
 
normal

Cerca de 70% das pessoas que procuram as nove Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) da capital poderiam ir direto aos Centros de Saúde. Essa é a constatação do secretário municipal de saúde Jackson Machado. Ele falou, nesta terça-feira (21), sobre a lotação das Upas de BH.

O secretário sinalizou ainda que faltam 636 médicos na rede pública e, desse montante, 158 seriam profissionais para atuar na rede de urgência. Machado afirmou que o banco de currículos da prefeitura não possui profissionais cadastrados e a prefeitura  possui recursos para contratar, mas não tem profissional.

Diante dessa situação, o Executivo municipal vai homologar, em janeiro, o concurso para convocar os profissionais. Jackson Machado não confirmou quantos serão chamados. 

Baixa complexidade

Ainda sobre a lotação nas UPAs, ele explicou que a maioria dos casos atendidos nesses locais são de baixa complexidade e gravidade. "Isso causa sobrecarga nas UPAS, sendo que muitos dos trabalhos seriam facilmente resolvidos nos centros de saúde", endossou ao explicar que as UPAs funcionam como um mini-hospital. 

O secretário ainda fez um apelo. "Se a pessoa está com coriza, febre, dor de cabeça, então vá para o centro de saúde. Mas se estiver com dificuldade de respirar ou dispneia (falta de ar), aí sim, procure uma UPA". 

Conforme explicou, são 152 centros de saúde espalhados pela cidade, onde as pessoas podem fazer testes rápidos para Covid-19. Não há surto de influenza em Belo Horizonte, segundo o secretário. Jackson Machado alertou ainda que a cobertura de vacinação da influenza está em 75% e que 25% das pessoas ainda não foram se vacinar.

 

Notícias exclusivas e ilimitadas

O TEMPO reforça o compromisso com o jornalismo profissional e de qualidade.

Nossa redação produz diariamente informação responsável e que você pode confiar. Fique bem informado!