e-mails

CEO da OceanGate ignorou alertas sobre a frágil segurança do submarino Titan

Segundo a BBC, o especialista Rob McCallum alertou a Stockton Rush que ele estava potencialmente colocando seus clientes em risco

Por O Tempo
Publicado em 23 de junho de 2023 | 17:22
 
 
 

E-mails trocados entre o CEO da OceanGate, Stockton Rush,e um especialista em exploração em alto mar teriam indicado que a empresa responsável do submarino Titan, que sofreu uma implosão no domingo (18), foi alertada sobre problemas com a segurança da embarcação. A BBC teve acesso à correspondência eletrônica e publicou uma reportagem sobre o assunto nesta sexta-feira (23).

Nesta quinta-feira (22), a Guarda Costeira dos Estados Unidos confirmou que o submersível Titan sofreu uma implosão ao tentar descer mais de 3.000 metros no Atlântico Norte, em busca dos destroços do Titanic. Havia cinco pessoas a bordo,  incluindo Rush, que era criador e piloto do submarino. A OceanGate confirmou e lamentou a morte das cinco pessoas que estavam na embarcação.

De acordo com a BBC, o especialista Rob McCallum alertou a Rush que ele estava potencialmente colocando seus clientes em risco e o avisou que seria importante parar de usar o submersível, até que fosse avaliado por um órgão independente.

Rush teria respondido que estava "cansado de gente da indústria que tenta usar argumentos de segurança para impedir a inovação", de acordo com a reportagem.

Notícias exclusivas e ilimitadas

O TEMPO reforça o compromisso com o jornalismo profissional e de qualidade.

Nossa redação produz diariamente informação responsável e que você pode confiar. Fique bem informado!