Vôlei feminino

Gerdau Minas vence Praia Clube e é pentacampeão da Superliga

Manhã inspirada de Peña e Julia Kudiess colocaram o Minas na frente para levantar o quinto troféu

Por Débora Elisa
Publicado em 21 de abril de 2024 | 12:29
 
 
 
normal

O Gerdau Minas é pentacampeão (2001, 2019, 2021, 2022 e 2024)  da Superliga feminina. Em Recife, o ginásio Geraldão viu a final 'Pão de Queijo' da liga nacional terminar com uma vitória do Minas sobre o Dentil Praia Clube por 3 sets a 1 (25/23; 21/25; 25/16 e 25/21), em jogo brigado e disputado ponto a ponto.

A manhã da ponteira Peña e da central Julia Kudiess foi inspirada, e o Minas pressionou o maior rival no ataque e fechou as portas no bloqueio para sair com a vitória e o quinto título mais importante do vôlei brasileiro.

De um lado, a atacante dominicana fez uma de suas melhores partidas com a camisa minastenista, terminando o jogo com 23 pontos e muita efetividade no ataque. Do outro, a jovem central da base do Minas marcou impressionantes oito pontos de bloqueio e dificultou a vida das adversárias na rede. Peña ainda coroou a boa atuação com um Troféu Viva Vôlei, o prêmio de melhor jogadora da final, enquanto Julia foi eleita a jogadora revelação do torneio.

Final 'Pão de Queijo' em alto nível: como foi o jogo

Começou bastante disputado - e estudado - o primeiro set. Tensos, nenhum dos times conseguia abrir vantagem e com alta efetividade no sideout. O momento em que o Minas conseguiu passar à frente foi contando, mais uma vez na temporada, com a boa marcação do bloqueio. Melhor na reta final, o Minas chegou primeiro ao set point, viu o Praia correr atrás e postergar duas vezes, mas as minastenistas conseguiram confirmar.

A história do segundo set começou um pouco diferente. O Minas errou muito mais, tanto os saques quanto em boas oportunidades de contra ataque. O Praia chegou a estar três pontos atrás na metade do set, mas se manteve muito mais equilibrado na parcial para empatar.

Ataque afiado do Minas fez a diferença

Que momento para a oposta Kisy entrar no jogo. No terceiro set, a maior pontuadora do Minas foi muito acionada e o momento fez a diferença. Com Peña e Daroit também fazendo bom jogo, a levantadora Gray pôde distribuir as bolas com tranquilidade. Diminuindo o número de erros no sideout e no contra ataque, o time da capital também forçou muito o saque e pressionou a linha de passe das adversárias, abrindo uma vantagem de 10 pontos para ficar novamente na vantagem.

No último set, mais uma atuação de gala das atacantes e das bloqueadoras do Minas. Com quase tudo dando certo na quadra azul e branca, o Praia precisou forçar mais no ataque para sair do bloqueio, mas acabou errando mais e desperdiçando chances de seguir na briga. Com muita autoridade, o elenco minastenista seguiu focado, equilibrado e fechou o jogo para soltar o grito de campeão em um poético ponto da bicampeã olímpica Thaisa.

Notícias exclusivas e ilimitadas

O TEMPO reforça o compromisso com o jornalismo profissional e de qualidade.

Nossa redação produz diariamente informação responsável e que você pode confiar. Fique bem informado!