Thiago Fernandes
@OTEMPO
15/10/21
18h20

Pode?

Flamengo reclama do Atlético pelo que já fez contra o Santos no Brasileirão 2020

Diretoria do Fla já teve problemas com VAR relatados na súmula em jogo contra Santos, pelo Brasileirão de 2020. Marcos Braz e Rodolfo Landim estavam envolvidos

Thiago Fernandes | @OTEMPO
15/10/21 - 18h20

O vice-presidente geral do Flamengo, Rodrigo Dunshee, se queixou das possíveis reclamações de dirigentes do Atlético contra a arbitragem na partida contra o Santos, na última quarta-feira (13). O clube, no entanto, teve problema similar contra o mesmo time paulista durante jogo ocorrido no Maracanã.

Na edição passada do Campeonato Brasileiro, o presidente do clube, Rodolfo Landim, e o vice de futebol Marcos Braz foram acusados de xingar um dos árbitros do compromisso. De acordo com a súmula do duelo, os dirigentes proferiram palavras de baixo calão contra os responsáveis pelo apito.

"Aos 35 minutos do 1º tempo, a equipe de arbitragem ouviu insultos vindos da arquibancada, na área onde se encontravam os seguintes dirigentes da equipe do Flamengo: Rodolfo Landim, Marcos Braz e Cacau Cotta, havia outros dirigentes, os quais não foi possível identificar. Foram proferidas as seguintes palavras: 'tá de sacanagem, foi falta, seu arrombado, apita essa p* direito, filho da p*'".

Os dirigentes do Flamengo negaram à época que tenham se irritado com a arbitragem. O jogo foi disputado em 13 de dezembro, no Maracanã, e terminou 4 a 1 para o Rubro-Negro Carioca.

Na manhã desta sexta-feira, o vice-presidente geral do Flamengo, Rodrigo Dunshee, utilizou as redes sociais para criticar o Galo. "Quando o clube mandante não proporciona segurança para o trabalho da arbitragem, qdo invadem ou tentam invadir a sala  onde se pratica a arbitragem por vídeo, a consequência só pode ser uma: perda do mando de campo e punição severa dos invasores/agressores. Vamos aguardar o STJD", escreveu.

A diretoria do Galo rebateu a reclamação do Flamengo. Veja a nota do clube mineiro na íntegra:

"O Clube Atlético Mineiro manifesta repúdio às seguidas declarações de dirigentes e lideranças do Flamengo, como a feita hoje, pelo vice-presidente geral e jurídico Rodrigo Dunshee, em sua conta no Twitter.

Nela, de forma dissimulada e ardilosa, ele afirma que dirigentes do Galo tentaram invadir a sala do VAR (no jogo Atlético x Santos, no último dia 13, no Mineirão), e pede punições ao Clube e aos dirigentes (a quem chama de agressores), em face dessa suposição.

É necessário que haja responsabilidade e bom senso nas manifestações de dirigentes, para que não se instale um clima de beligerância e acusações infundadas.

Não houve, por parte do diretor de Futebol do Galo, Rodrigo Caetano, qualquer tentativa de invasão à sala do VAR, tampouco de outro dirigente da nossa equipe. As afirmações são mentirosas e seus autores responderão pelos seus atos, no tempo próprio.

O Atlético agirá com firmeza contra todos que proferirem declarações mal-intencionadas, e que se prestam unicamente a prejudicar o bom desempenho esportivo do Galo. O tempo de manobras extracampo e favorecimentos já acabou! Pelo menos, é o que se espera!".

---

O TEMPO reforça o compromisso com o jornalismo mineiro, profissional e de qualidade. Nossa redação produz diariamente informação responsável e que você pode confiar.

Siga O TEMPO no Facebook, no Twitter e no Instagram. Ajude a aumentar a nossa comunidade.

Escreva um comentário
Comentar

Ver todos
Fechar
Log View
Vem ser Premium!
Seja Premium
Salve matérias
Você poderá salvar as matérias para ler quando e onde quiser.
Matérias Premium
Veja as matérias exclusiva para usuários premium.
Notificações
Receba notificações de novas matérias do seu time do coração.
Av. Babita Camargos, 1645 - Contagem Minas Gerais - CEP: 32210-180
+55 (31) 2101-3000