Gabriel Moraes
@gabrieumoraes
18/10/21
11h03

Calendário

Nacho admite desgaste físico no Atlético, mas não se diz preocupado com baixas

Além do Campeonato Brasileiro, clube chegou até às semifinais da Libertadores e da Copa do Brasil, competição na qual ainda disputa

Galo perdeu para o Dragão nesse domingo — Foto: Pedro Souza / Atlético
Gabriel Moraes | @gabrieumoraes
18/10/21 - 11h03

Um dos principais nomes do Atlético na temporada, o meia Nacho Fernández também serve de espelho para o elenco. Visivelmente, o desgaste físico tem afetado aos poucos o time, que, até para o técnico Cuca, caiu de rendimento nos últimos jogos. Líder absoluto da Série A do Campeonato Brasileiro, o Galo perdeu sua invencibilidade de 18 jogos nesse domingo (17), após tomar virada para o Atlético Goianiense.

O argentino, que inclusive começou no banco em algumas das últimas partidas, falou sobre o assunto em entrevista coletiva na manhã desta segunda-feira (18) na Cidade do Galo. "É lógico que a medida que vão passando as partidas na temporada vamos sentindo um desgaste, e é o técnico que decide os jogadores que vão entrar em campo. Com exceção de ontem, fui ao banco nas últimas partidas por uma opção técnica, e me parece tudo bem, também porque me vi um pouco cansado", disse.

Entretanto, o craque afirmou que a equipe, de uma maneira geral, está bem fisicamente. "Como disse, está chegando o final da temporada, com muitas partidas, e muitas vezes se sente o cansaço. Fisicamente, creio que a equipe está muito bem. Temos que tomar os cuidados necessários para chegar da melhor maneira aos jogos", explicou.

O Atlético vem sofrendo com desfalques, principalmente no ataque. Time atualmente não conta com Diego Costa, Savarino e Eduardo Vargas por conta de lesões – problema que Keno, agora de volta, sofreu na atual temporada. Para Nacho, as baixas atrapalham, mas o time consegue se recompor e se adaptar.

"Temos jogadores com muita experiência e qualidade no ataque. A equipe sempre respondeu, A equipe quem decide é o técnico, e nós, jogadores, nos adaptamos. Logicamente, perdemos jogadores muito importantes, como para as seleções. Mas não me parece que esse é um momento de criticar, mas para ficarmos fortes e preparados para tudo que vier", falou.

Nacho Fernández também citou sua posição em campo. Conhecido por "buscar" o jogo e atuar mais no meio, Cuca o coloca, muitas vezes, mais próximo do ataque, fazendo dupla com Hulk. "Quanto à minha posição dentro de campo, tento me adaptar ao que o professor me pede. Às vezes jogo em uma posição (ataque) que não estou acostumado, mas creio que os números nesta temporada mostram que tenho rendido bastante", afirmou.

Em 2021, Nacho disputou 41 jogos, sendo que saiu de campo com 26 vitórias, 11 empates e quatro derrotas. São 10 gols marcados e 10 assistências.

Nacho garante postura igual da equipe em todos jogos: "Creio que em todas competições entramos com a mentalidade de ganhar"

---

O TEMPO reforça o compromisso com o jornalismo mineiro, profissional e de qualidade. Nossa redação produz diariamente informação responsável e que você pode confiar.

Siga O TEMPO no Facebook, no Twitter e no Instagram. Ajude a aumentar a nossa comunidade.

Escreva um comentário
Comentar
Log View
Vem ser Premium!
Seja Premium
Salve matérias
Você poderá salvar as matérias para ler quando e onde quiser.
Matérias Premium
Veja as matérias exclusiva para usuários premium.
Notificações
Receba notificações de novas matérias do seu time do coração.
Av. Babita Camargos, 1645 - Contagem Minas Gerais - CEP: 32210-180
+55 (31) 2101-3000