Gabriel Pazini
@superfcoficial
02/12/19
21h57

Situação crítica

Cruzeiro tem nova atuação pífia, perde mais uma e pode cair contra o Grêmio

Vasco bate Raposa em São Januário; resultado garante permanências de Botafogo e Fluminense na Série A

Adilson Batista estreia com derrota para o Vasco — Foto: Bruno Haddad / Cruzeiro
Gabriel Pazini | @superfcoficial
02/12/19 - 21h57

O Cruzeiro está à beira do precipício. Desesperada precisando de uma vitória para sair da zona de rebaixamento e respirar, a Raposa teve nova atuação pífia, acertou o alvo apenas uma vez durante toda a partida e perdeu mais uma, agora para o Vasco, por 1 a 0, na noite desta segunda-feira (2), em São Januário.

O pesadelo celeste parece não ter fim, e o Cruzeiro segue na zona de rebaixamento, no 17º lugar, dois pontos atrás do Ceará, primeiro time fora do Z-4, e pode ser rebaixado no duelo com o Grêmio, em Porto Alegre, nesta quinta-feira (5), às 19h15 (de Brasília), dependendo também do resultado de Ceará e Corinthians, um dia antes. A chance da inédita queda aumentou para 90,6% segundo o Departamento de Matemática da UFMG (Universidade Federal de Minas Gerais).

A derrota celeste ainda garantiu as permanências de Botafogo e Fluminense na Série A. Com isso, Ceará, CSA e Cruzeiro lutam contra as últimas duas vagas na Série B, sendo que o CSA tem chances remotas de permanência na elite nacional. Avaí e Chapecoense já estão rebaixados.

O jogo

Desde o início dava para perceber que seria mais uma noite de sofrimento para o torcedor estrelado. Sem inspiração e criatividade, o Cruzeiro não conseguiu criar grandes oportunidades e viu o Vasco abrir o placar logo aos nove minutos em um lance polêmico.

Ariel Cabral sofreu falta não marcada na origem do lance. Andrey puxou contra-ataque com muita velocidade e tocou para Guarín que, de primeira, acertou bela finalização no canto, sem chances de defesa para Fábio.

Depois disso, o Cruzeiro demonstrou vontade, mas pouca organização e praticamente nada de futebol. O time de Adilson Batista, que fez sua estreia no retorno ao time estrelado nesta noite, abusou das bolas aéreas, cruzando quase 30 vezes na área do Vasco, mas não conseguiu dar muito trabalho a Fernando Miguel, goleiro do clube carioca, que não fez defesas difíceis.

A Raposa, afinal, acertou apenas uma finalização no alvo durante os 90 minutos. O Cruzmaltino, por sua vez, chegou com mais perigo em alguns contra-ataques e perdeu boas chances de ampliar o placar. A única oportunidade real do lado celeste foi aos 40' do segundo tempo, quando Marquinhos Gabriel chutou para fora mesmo estando praticamente dentro da pequena área, após receber bom passe de Fred.

O resultado ressalta a péssima fase do Cruzeiro, que chegou à terceira derrota seguida, ao sétimo jogo sem vitória, só venceu três vezes nas últimas 19 partidas e marcou apenas um gol nos últimos seis duelos, na goleada sofrida para o Santos, por 4 a 1.

Escreva um comentário
Comentar

Ver todos
Fechar
Log View
Vem ser Premium!
Seja Premium
Salve matérias
Você poderá salvar as matérias para ler quando e onde quiser.
Matérias Premium
Veja as matérias exclusiva para usuários premium.
Notificações
Receba notificações de novas matérias do seu time do coração.
Av. Babita Camargos, 1645 - Contagem Minas Gerais - CEP: 32210-180
+55 (31) 2101-3000