JUIZ DE FORA

Mineiro vira alvo da Polícia Federal após ter conta que postava pornografia infantil rastreada

Um mandado de busca e apreensão foi cumprido na casa do suspeito

Por Isabela Abalen
Publicado em 11 de junho de 2024 | 11:48
 
 
 

A Polícia Federal (PF) cumpriu, na manhã desta terça-feira (11 de junho), um mandado de busca e apreensão na casa de um suspeito de compartilhar pornografia infantil na internet. A operação foi realizada na cidade de Juiz de Fora, na Zona da Mata mineira, motivada por uma denúncia de uma ONG. 

De acordo com a PF, a ONG, que é voltada para a segurança da navegação na internet, identificou imagens e vídeos de abuso sexual infantil publicadas em um site de acesso público. Como o perfil da conta pertencia a um brasileiro, foi feita a denúncia. 

A Polícia Federal esteve na residência do suspeito em Minas Gerais. Os agentes apreenderam diversas mídias, como notebook, tablet, HD’s, pendrives e celular. Os materiais vão passar por perícia para identificação dos responsáveis pela produção e compartilhamento do conteúdo proibido. 

Se o crime se confirmar, o suspeito será responsabilizado e preso. “O investigado poderá responder por delitos previstos no Estatuto da Criança e do Adolescente, cujas penas somadas podem chegar a 10 anos de reclusão”, informou a Polícia Federal. 

Notícias exclusivas e ilimitadas

O TEMPO reforça o compromisso com o jornalismo profissional e de qualidade.

Nossa redação produz diariamente informação responsável e que você pode confiar. Fique bem informado!