MUNDO

Aumento repentino em rio de Johannesburgo deixa nove mortos

Um grupo de pessoas participava de rituais religiosos no rio quando caiu uma tempestade, relatou o porta-voz dos serviços de emergência

Por Agências
Publicado em 04 de dezembro de 2022 | 14:13
 
 
 

Nove pessoas morreram levadas pelo aumento repentino do volume de águas de um rio em Joanesburgo, depois das fortes chuvas sobre a cidade no sábado (3) – anunciaram serviços de emergência sul-africanos neste domingo (4), acrescentando que seis continuam desaparecidas. "Ontem à noite, um grupo de pessoas participava de rituais religiosos no rio quando caiu uma tempestade", relatou o porta-voz dos serviços de emergência da cidade, Robert Mulaudzi. 

No total, 33 pessoas estavam nas margens do pequeno rio Juskei no momento da enchente. Muitos "foram arrastados pela força da corrente", acrescentou o porta-voz. O pastor que fazia os batismos sobreviveu. Até agora, as equipes de resgate encontraram nove corpos e ainda procuram seis desaparecidos. "A esperança de encontrá-los vivos é cada vez menor", disse o porta-voz. 

As inundações repentinas dos rios são comuns em Johannesburgo, onde as tempestades, especialmente nas tardes do verão austral, costumam ser abruptas e violentas. (AFP)

Notícias exclusivas e ilimitadas

O TEMPO reforça o compromisso com o jornalismo profissional e de qualidade.

Nossa redação produz diariamente informação responsável e que você pode confiar. Fique bem informado!