Titan

Canadá investiga implosão de submersível: 'todos querem respostas'

Investigação para saber o que e porque ocorreu pode durar entre 18 meses e dois anos

Por Agências
Publicado em 25 de junho de 2023 | 08:26
 
 
 

O Canadá abriu neste sábado (24) uma investigação sobre a implosão do submersível Titan, cujo desaparecimento perto dos destroços do Titanic, com cinco homens a bordo, desencadeou uma operação internacional de busca e resgate.

“Nossa responsabilidade é averiguar o que ocorreu e por que, e também o que precisa mudar para reduzir as chances de que casos deste tipo se repitam", declarou a presidente da Junta de Segurança no Transporte (TSB), Kathy Fox.

"Sabemos que todos querem respostas, principalmente as famílias e o público", ressaltou Kathy, em St. John's, Newfoundland. A investigação pode durar de 18 meses a dois anos.

A TSB costuma investigar acidentes aéreos, ferroviários, marítimos e em oleodutos, a fim de aumentar a segurança nos transportes. Ela não determina culpas, nem responsabilidades civis ou criminais.

A Real Polícia Montada do Canadá (RCMP) investiga se alguma lei foi violada na sequência de eventos que levou à morte dos aventureiros. Os investigadores devem determinar "se uma investigação completa por parte da RCMP se justifica", explicou o superintendente da província Newfoundland e Labrador, Kent Osmond. (AFP)

Notícias exclusivas e ilimitadas

O TEMPO reforça o compromisso com o jornalismo profissional e de qualidade.

Nossa redação produz diariamente informação responsável e que você pode confiar. Fique bem informado!