cruel

EUA condenam veementemente ataque contra mesquita no Paquistão

Mais de cem pessoas morreram em ataque a bomba realizado dentro de uma mesquita na cidade de Peshawar

Por Agências
Publicado em 31 de janeiro de 2023 | 17:59
 
 
 

Os Estados Unidos "condenam veementemente" o atentado a bomba que matou uma centena de pessoas na mesquita do quartel-general da polícia em Peshawar, no noroeste do Paquistão, disse, nesta terça-feira (31), a Casa Branca. 

"Os Estados Unidos condenam veementemente o ataque terrorista", disse a porta-voz do Conselho de Segurança Nacional, Adrienne Watson.

"O terrorismo é indefensável e atacar os fiéis é inconcebível. Os Estados Unidos estão prontos para apoiar o Paquistão em seus esforços de recuperação", acrescentou.

Entre 300 e 400 policiais se reuniram na segunda-feira para as orações da tarde na mesquita do quartel-general de Peshawar quando uma parede inteira e a maior parte do teto explodiram, lançando escombros sobre os oficiais.

O chefe da polícia local disse que o ataque foi em represália pelas operações policiais contra grupos islamitas armados.

Os ataques a patrulhas, postos de controle e delegacias aumentaram em Peshawar, situada a cerca de 50 quilômetros da fronteira com o Afeganistão, desde que os talibãs voltaram ao poder em agosto de 2021, após a retirada das tropas americanas.

aue/led/ad/yow/jc/rpr



© Agence France-Presse
                
 

Notícias exclusivas e ilimitadas

O TEMPO reforça o compromisso com o jornalismo profissional e de qualidade.

Nossa redação produz diariamente informação responsável e que você pode confiar. Fique bem informado!