Drogas

França confisca 4,6 toneladas de cocaína em navio brasileiro no Golfo da Guiné

Droga apreendida pela Marinha francesa deve valer mais de 150 milhões de euros (quase R$ 830 milhões) e estava em um rebocador brasileiro

Por Agências
Publicado em 07 de dezembro de 2022 | 14:14
 
 
 
normal

A Marinha francesa apreendeu mais de 4,6 toneladas de cocaína, avaliadas em cerca de 150 milhões de euros (quase R$ 830 milhões), em um rebocador brasileiro no Golfo da Guiné – anunciaram as autoridades na última sexta-feira (2).  A embarcação de 21,5 metros de comprimento foi objeto de uma investigação internacional, realizada em colaboração com autoridades brasileiras e americanas, segundo a administração marítima francesa do Atlântico. 

Na madrugada desta quarta-feira (7), marinheiros franceses do porta-helicópteros anfíbio "Tonnerre" descobriram no navio fardos com 4.607 quilos de cocaína. A operação contou com apoio aéreo. "Os produtos apreendidos foram destruídos a bordo antes que o navio retornasse para sua base em Toulon", sudeste da França, acrescentou o comunicado do órgão francês, que elogiou a cooperação internacional contra o tráfico de drogas. 

A operação permitiu coletar amostras e informações, disse à AFP a promotora de Brest (oeste), Camille Miansoni, especificando que a tripulação foi liberada quando o navio estava na costa do Senegal. O porta-helicópteros anfíbio "Tonnerre" tem uma tripulação de 227 marinheiros, incluindo uma equipe especializada em inspecionar navios no mar e um grupo de combate do Exército. (AFP)

Notícias exclusivas e ilimitadas

O TEMPO reforça o compromisso com o jornalismo profissional e de qualidade.

Nossa redação produz diariamente informação responsável e que você pode confiar. Fique bem informado!