guerra

Israel x Hamas: Reino Unido aumenta ajuda humanitária aos palestinos

Pelo menos seis britânicos foram mortos e dez estão desaparecidos por causa dos ataques

Por Agência
Publicado em 16 de outubro de 2023 | 14:25
 
 
 
normal

O primeiro-ministro britânico, Rishi Sunak, anunciou nesta segunda-feira (16) um aumento de um terço da ajuda humanitária do Reino Unido aos palestinos, com o fornecimento de 10 milhões de libras adicionais (12,1 milhões de dólares ou 61,2 milhões de reais).  "Devemos apoiar o povo palestino, já que também é vítima do Hamas", declarou o líder do governo conservador perante o Parlamento. 

Sunak também informou um novo número de pelo menos seis britânicos mortos e dez desaparecidos nos ataques do Hamas contra Israel em 7 de outubro.

"Acredito que devemos apoiar absolutamente o direito de Israel de se defender", mas a sua resposta "deve ser feita no âmbito do direito internacional", disse ele, acrescentando que é adequado reconhecer que o Estado de Israel "enfrenta um inimigo feroz, que se esconde atrás de civis". 

Destacando o compromisso do Reino Unido em tentar evitar uma escalada da guerra na região, estimou que há "questões difíceis a serem resolvidas para ver como podemos reacender as perspectivas a longo prazo de uma solução de dois Estados para a normalização e a estabilidade" na região.

"Estamos fazendo todo o possível para protegê-los", declarou ainda, dirigindo-se à comunidade judaica britânica, que é vítima há uma semana de um aumento significativo de atos antissemitas. 

O governo anunciou na semana passada um aumento de três milhões de libras (3,6 milhões de dólares ou 18,2 milhões de reais) no orçamento do Community Security Trust (CST), responsável pela proteção de sinagogas, escolas e outros edifícios da comunidade judaica. (AFP) 

Notícias exclusivas e ilimitadas

O TEMPO reforça o compromisso com o jornalismo profissional e de qualidade.

Nossa redação produz diariamente informação responsável e que você pode confiar. Fique bem informado!