abusos sexuais

Presidente da Bolívia pede ao papa Francisco arquivos sobre casos de pedofilia

País diz estar comovido com as revelações da imprensa envolvendo o falecido padre espanhol Alfonso Pedrajas, que confessou ter abusado de mais de 80 menores de idade bolivianos

Por Agência
Publicado em 23 de maio de 2023 | 10:42
 
 
 
normal

O presidente Luis Arce pediu ao papa Francisco na segunda-feira (22) todos os arquivos e registros sobre abusos sexuais cometidos por padres católicos na Bolívia, após investigações abertas pelo Ministério Público sobre vários casos de pedofilia.  

A Bolívia está comovida com as revelações da imprensa envolvendo o falecido padre espanhol Alfonso Pedrajas, que confessou em um jornal privado que abusou de mais de 80 menores de idade na Bolívia, onde chegou no início dos anos 1970. 

"Peço que a Justiça boliviana tenha acesso a todos os arquivos, processos e informações sobre essas denúncias e atos de abuso sexual cometidos por padres e religiosos católicos em território boliviano", diz a carta enviada pelo presidente.

O caso, apurado pelo jornal espanhol El País, deu origem a pelo menos oito denúncias apresentadas ao Ministério Público boliviano contra padres da Companhia de Jesus, envolvendo Pedrajas e os demais clérigos espanhóis Luis María Roma, Alejandro Mestre e Antonio Gausset, todos falecidos. 

O presidente Arce afirmou na nota que "o Estado boliviano se reserva o direito de admitir a entrada em território nacional de novos padres e religiosos estrangeiros que tenham esse histórico de abuso sexual contra menores". A medida vigorará até a conclusão da negociação dos acordos e convenções bilaterais entre a Bolívia e o Vaticano. 

A Conferência Episcopal Boliviana confirmou, por sua vez, a visita do padre espanhol Jordi Bertomeu para abordar o tema dos abusos sexuais no país. Bartomeu é um dos principais funcionários do Departamento de Doutrina da Fé do Vaticano. (AFP) 

Notícias exclusivas e ilimitadas

O TEMPO reforça o compromisso com o jornalismo profissional e de qualidade.

Nossa redação produz diariamente informação responsável e que você pode confiar. Fique bem informado!