espaçonave

Rússia enviará em fevereiro nave ao espaço para trazer astronautas à Terra

Cápsula Soyuz, que traria a tripulação, foi atingida por um meteorito e apresentou problemas, segundo a agência espacial russa

Por Agência
Publicado em 11 de janeiro de 2023 | 08:42
 
 
 

A Rússia enviará uma nave Soyuz para a Estação Espacial Internacional (ISS, na sigla em inglês), em 20 de fevereiro, para trazer três astronautas à Terra, dois russos e um americano, depois que a cápsula que deveria transportá-los sofreu danos. 

A cápsula Soyuz-23, cuja decolagem estava prevista para acontecer em 16 de março com três tripulantes, "será lançada em 20 de fevereiro de 2023, sem passageiros", afirmou a agência espacial russa (Roscosmos) em um comunicado. 

Atualmente a bordo da ISS, os astronautas russos Serguei Prokopiev e Dmitri Petelin e o americano Frank Rubio "retornarão à Terra" nessa espaçonave, completa a nota.

Mais cedo nesta quarta-feira (11), a Roscosmos informou que sua cápsula Soyuz, vítima de uma espetacular fuga de refrigerante no mês passado, retornará para a Terra sem tripulação.

"Os especialistas concluíram que a Soyuz MS-22 tem de retornar para a Terra sem tripulação", declarou a agência em um comunicado, confirmando que o vazamento foi causado pelo "impacto" de um pequeno objeto cósmico que deixou um orifício menor do que um milímetro de diâmetro. (AFP)

Notícias exclusivas e ilimitadas

O TEMPO reforça o compromisso com o jornalismo profissional e de qualidade.

Nossa redação produz diariamente informação responsável e que você pode confiar. Fique bem informado!