saúde

Wegovy: remédio para obesidade reduz risco cardíaco em obesos, diz estudo

Previsão é de que o medicamento esteja disponível no Brasil em 2024

Por Agência
Publicado em 17 de novembro de 2023 | 08:45
 
 
 

Novos dados dos estudos com o remédio para obesidade Wegovy, nome comercial para a substância semaglutida (apresentado em 2,4 mg) - mesmo princípio ativo do Ozempic, usado no tratamento de diabete -, demonstraram que o risco de morte de pacientes obesos em tratamento com o medicamento é 18% menor que o dos que não fazem o tratamento. O risco de ataques cardíacos, principal causa de morte no mundo, diz a Organização Mundial de Saúde (OMS), cai cerca de 28% com o uso.

Os resultados foram anunciados pela farmacêutica dinamarquesa Novo Nordisk no sábado, e publicados no New England Journal of Medicine. Em agosto, as pesquisas já tinham indicado um índice de 20% de diminuição do risco de eventos cardíacos.

No Brasil, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) aprovou o medicamento para o tratamento para sobrepeso e obesidade em adultos e, em setembro, liberou para crianças e adolescentes a partir de 12 anos. A previsão é de que o remédio esteja disponível a brasileiros em 2024. Enquanto isso, o Ozempic, que é aprovado no País para diabete, tem sido prescrito off-label para tratamento de obesidade. (Estadão Conteúdo)

Notícias exclusivas e ilimitadas

O TEMPO reforça o compromisso com o jornalismo profissional e de qualidade.

Nossa redação produz diariamente informação responsável e que você pode confiar. Fique bem informado!