Operação Voltando em Paz

Avião presidencial é usado para resgatar brasileiros em Gaza

Aeronave decolou de Brasília com destino a Roma, na Itália, de onde aguardará autorização para ir ao Egito resgatar os brasileiros que estão em Gaza

Por Manuel Marçal
Publicado em 12 de outubro de 2023 | 16:37
 
 
 

O governo brasileiro enviou nesta quinta-feira (12) um avião de uso da Presidência da República para resgatar brasileiros em Israel. A aeronave foi acionada “em caráter de urgência” na tarde desta quinta e tem capacidade para transportar 40 passageiros. O objetivo é deslocar 22 brasileiros que manifestaram interesse em retornar ao Brasil e que estão no lado palestino do conflito.

 

A decolagem da aeronave ocorreu às 16h30 da Base Aérea de Brasília (BABR), com destino a Roma, na Itália, de onde aguardará autorização para ir ao Egito resgatar os brasileiros que estão em Gaza. 

O avião da Força Aérea Brasileira VC-2 (Embraer 190) é utilizado pelo presidente Lula para voos internos no Brasil. É a primeira vez que o governo brasileiro fornece aeronave presidencial para atuar Operação Voltando em Paz.

Resgate dos brasileiros em voos da Fab

Ao todo, 494 brasileiros já foram resgatados desde o início da operação, levando em conta os dois voos que já aterrissaram no Brasil e o que está em deslocamento.

O primeiro voo com 211 brasileiros chegou ao Brasil na madrugada de quarta-feira (11), na Base Aérea de Brasília, a bordo de um KC-30. Uma segunda aeronave do mesmo modelo aterrissou na madrugada desta quinta no Aeroporto do Galeão, no Rio de Janeiro, com 214 passageiros e, pela primeira vez, também trouxe animais domésticos: um cachorro e três gatos.

Ainda nesta quinta, um terceiro avião decolou de Tel Aviv, em Israel, com 69 brasileiros.  A aeronave é um KC-390 Millennium e decolou às 17h55 (horário local, 11h55 de Brasília). O plano de voo prevê aterrissagem no Brasil no Aeroporto de Guarulhos (SP) nesta sexta-feira (13), após paradas técnicas em Portugal e em Cabo Verde.

No grupo de passageiros brasileiros, há duas gestantes. Do total de 69 embarcados, 29 têm como destino final a cidade de São Paulo, nove vão para o Rio de Janeiro, outros nove para Belo Horizonte, cinco para Recife, quatro para Goiânia, quatro para Porto Alegre, dois para Vitória, um para Uberlândia (MG) e um para Cuiabá. 

Na quarta-feira (11), o Ministério das Relações Exteriores informou que um total de 2.723 pessoas procuraram as autoridades brasileiras e informaram que estavam em Israel, em meio à guerra que começou no último sábado (7). No número, há inscrições repetidas e pessoas que já retornaram ao Brasil pela operação da Força Aérea Brasileira (FAB) e do governo federal e por voos comerciais, a exemplo de turistas

Atualmente, há 22 brasileiros aguardando repatriação na Faixa de Gaza. 

O governo brasileiro negocia com autoridades do Egito um corredor humanitário para o resgate desses brasileiros e a entrada de mantimentos e remédios, mas a única passagem terrestre, em Rafah, foi bombardeada por forças de Israel. Dessa forma, para que o corredor seja possível, seria necessário um cessar-fogo no local. Autoridades do Egito também resistem ao corredor humanitário pelo temor de que a entrada de pessoas no país saia do controle. 

Enquanto não há uma alternativa para a saída de pessoas da Faixa de Gaza, 13 brasileiros estão abrigados em uma escola católica da região. Outros brasileiros preferiram aguardar em casa até a concretização de uma alternativa para a saída do local e retorno ao Brasil. 

"Pedi ao ministro que nos apoiasse e nos ajudasse para facilitar a passagem de ônibus com passageiros brasileiros que se encontram na Faixa de Gaza pela passagem de Rafah, para que entrem no território egípcio, onde estarão a salvo. Conto com o apoio egípcio para isso e creio que será a saída para evacuar os brasileiros que se encontram nessa região conflagrada e correndo risco", afirmou Mauro Vieira pelas redes sociais do MRE. (com informações de Gabriela Oliva e Lucyenne Landim)

Notícias exclusivas e ilimitadas

O TEMPO reforça o compromisso com o jornalismo profissional e de qualidade.

Nossa redação produz diariamente informação responsável e que você pode confiar. Fique bem informado!