Gabriel Pazini
@SuperFCoficial
01/12/19
19h55

Superação

Com Cazares espetacular e brilho do trio JCM, Galo vence e afasta Série B

Camisa 10 tem atuação de gala e companhia de Jair e Marquinhos em vitória do Atlético sobre o Corinthians

Gabriel Pazini | @SuperFCoficial
01/12/19 - 19h55

"Só um louco, quem não entende nada de futebol ou não é atleticano quer Cazares fora do Atlético." Essa frase talvez tenha sido a mais dita na tribuna de imprensa e também por este repórter durante a vitória do Atlético por 2 a 1 sobre o Corinthians, neste domingo (1º), no Independência, pelo Campeonato Brasileiro.

O camisa 10 teve uma atuação daquelas. Marcou um golaço, colocou os companheiros na cara do gol em mais de uma oportunidade, deu belos dribles e passes, sofreu o pênalti que rendeu no gol da vitória atleticana, quase fez outra pintura, protagonizou um estupendo domínio de bola à lá Ronaldinho e mais, muito mais. 

O endiabrado equatoriano ainda teve a companhia de outros dois jogadores que, como ele, estão acima do nível técnico do restante do time: Jair e Marquinhos. Eles também tiveram ótimas atuações e mereceram todos os aplausos na vitória que, com brilho do trio JCM, além de encerrar a sequência de quatro jogos sem triunfos, afastou de vez o fantasma do rebaixamento para a Série B e mostrou que o Galo pode render muito mais. O time mineiro venceu e convenceu, tendo boa exibição, como não acontecia há muito tempo.

O jogo. O Atlético fez um bom primeiro tempo contra o Corinthians. Teve menos posse de bola que o rival (38% contra 62%), mas foi mais perigoso e criou mais oportunidades. O Galo finalizou oito vezes contra sete do Timão, tendo acertado o alvo em seis delas, o dobro do time paulista. Não à toa, Cássio fez duas boas defesas, ambas em chutes perigosos de Marquinhos, um dos destaques da etapa inicial ao lado de Cazares e Jair.

Vital no equilíbrio da equipe, o volante não só se saiu bem na marcação como puxou bons contra-ataques e deu ótimos passes, deixando Marquinhos na cara do gol em uma oportunidade e iniciando a jogada do golaço de Cazares, além de também aparecer bem como elemento surpresa, vendo sua cabeçada explodir no travessão corintiano, aos 39 minutos.

O camisa 10 alvinegro, por sua vez, foi o maestro da equipe. Gritando muito com os companheiros (no bom sentido), Cazares organizou o meio-campo, se posicionou bem, distribuiu vários bons passes, foi extremamente participativo, puxou dois ótimos contra-ataques, colocou Zé Welison na cara do gol em grande oportunidade desperdiçada pelo volante, que se atrapalhou na arrancada e finalizou para fora, e ainda marcou um golaço, acertando um belo chute de primeira no ângulo, após receber passe de Marquinhos em jogada iniciada por Jair. Isso tudo além de mostrar a já conhecida enorme qualidade técnica com bonitos dribles e domínios de bola e visão de jogo privilegiada.

Já Marquinhos, além da assistência para o equatoriano e finalizar com perigo em duas oportunidades, mostrou muita velocidade e habilidade com belos dribles e puxou ótimos contra-ataques.

Além do trio, Patric, mostrando a habitual raça, também teve boa exibição nos primeiros 45 minutos. O que faltou para o Galo tirar um '10' na etapa inicial foi a defesa e Fábio Santos, Zé Welison e Luan, que atuaram em nível abaixo do restante do time, ainda que tenham mostrado muita vontade. Não à toa, o Atlético só não saiu vencedor no primeiro tempo porque o Corinthians aproveitou um cochilo da retaguarda atleticana para empatar, com Janderson, logo no lance seguinte ao gol mineiro.

Segundo tempo. O panorama foi mantido na etapa final, mas o time atleticano desta vez não vacilou e conseguiu o triunfo. O Corinthians seguiu tendo mais posse: 59% contra 41%, e até empatou nas finalizações, fechando o jogo com 13 chutes, assim como o Galo, e ainda obrigou Cleiton a trabalhar e fazer duas boas defesas. No entanto, com o trio JCM brilhando, o Atlético seguiu melhor e tendo as melhores oportunidades, chegando com mais velocidade e facilidade ao ataque, e garantiu, na etapa final, sua merecida vitória.

E, novamente, quem brilhou intensamente foi Cazares, disparado o melhor em campo. O equatoriano protagonizou um domínio de bola absurdo, à lá Ronaldinho, e ainda quase fez outra pintura. Depois de driblar adversários, ele finalizou colocado, quase marcando um golaço, parando apenas em bonita defesa de Cássio. Como se isso não bastasse, o camisa 10 também sofreu o pênalti convertido por Fábio Santos, em mais um episódio da "lei do ex", e garantiu a importante vitória alvinegra.

Além de Cazares, Marquinhos seguiu muito bem, com boas arrancadas, ajudando na marcação, amarelando os rivais e mostrando muita qualidade, e Jair também manteve o brilho, garantindo a manutenção do equilíbrio da equipe no meio-campo, distribuindo bons passes e chegando bem ao ataque. O volante ainda quase marcou um golaço em bonita jogada individual, obrigando Cássio a fazer grande defesa depois de deixar dois rivais para trás.

Escreva um comentário
Comentar

Ver todos
Fechar
Log View
Vem ser Premium!
Seja Premium
Salve matérias
Você poderá salvar as matérias para ler quando e onde quiser.
Matérias Premium
Veja as matérias exclusiva para usuários premium.
Notificações
Receba notificações de novas matérias do seu time do coração.
Av. Babita Camargos, 1645 - Contagem Minas Gerais - CEP: 32210-180
+55 (31) 2101-3000