Josias Pereira
@josiaspereira
05/06/20
11h16

Fim de relação

Cruzeiro comunica rescisão de medalhões Robinho e Edílson

Clube destacou que complicada situação financeira motivou decisão de não contar mais com os serviços dos jogadores

Robinho é outro medalhão que deixa o Cruzeiro — Foto: Bruno Haddad/Cruzeiro
Josias Pereira | @josiaspereira
05/06/20 - 11h16

O Cruzeiro informou nesta sexta-feira o processo de rescisão de contrato dos experientes atletas Edílson e Robinho. Em nota oficial, o clube destaca que busca, de forma amigável, o fim da relação contratual com os atletas, amparado pela complicada situação financeira que atravessa. 

A Raposa ainda ressalta na publicação que precisou tomar a decisão de abrir mão dos serviços dos jogadores ao analisar os aspectos financeiros dos custos gerados e avaliações internas. 

O presidente Sérgio Rodrigues comentou sobre a saída dos atletas. "Infelizmente devido ao cenário que envolve o clube nos últimos anos, precisamos chegar a essa decisão extrema: Robinho e Edílson são atletas vitorioso que contribuíram para o time com grandes conquistas, e nós os agradecemos muito", disse o dirigente.

Sérgio ainda comentou sobre a necessidade de austeridade no Cruzeiro neste momento. "A realidade e a necessidade de austetidade no Cruzeiro daqui para frente nos impõe essa mudança. Um dos principais compromissos da nossa gestão é preservar a saúde financeira do clube, e foi isso o que pesou na decisão. Continuamos, porém, atentos ao mercado para reforçar o elenco dentro da nossa realidade e contamos com a compreensão dos nossos torcedores para o nosso momento", acrescentou o presidente celeste. 

O contrato de Edilson iria até o final deste ano, enquanto que o vínculo de Robinho era válido até dezembro de 2021.

No Cruzeiro desde abril de 2016, Robinho disputou 180 partidas, marcou 25 gols e deu 32 assistências. Um de seus momentos mais marcantes foi na final da Copa do Brasil de 2018, quando abriu o placar para a vitória sobre o Corinthians por 2 a 1, na Arena Corinthians, em São Paulo.

Já Edilson, contratado junto ao Grêmio em negociação que envolveu os meias Alisson e Thonny Anderson, não teve muito sucesso no clube mineiro. Apesar de ter se sagrado campeão da Copa do Brasil, em 2018, e do Campeonato Mineiro, em 2018 e 2019, o lateral-direito alternou bons e maus momentos, sendo por várias vezes substituído em sua posição pelo volante Lucas Romero. Com a camisa celeste, ele contabilizou três gols em 75 jogos.

(última atualização às 12h25) 

---

O TEMPO reforça o compromisso com o jornalismo mineiro, profissional e de qualidade. Nossa redação produz diariamente informação responsável e que você pode confiar.

Siga O TEMPO no Facebook, no Twitter e no Instagram. Ajude a aumentar a nossa comunidade.

Escreva um comentário
Comentar

Ver todos
Fechar
Log View
Vem ser Premium!
Seja Premium
Salve matérias
Você poderá salvar as matérias para ler quando e onde quiser.
Matérias Premium
Veja as matérias exclusiva para usuários premium.
Notificações
Receba notificações de novas matérias do seu time do coração.
Av. Babita Camargos, 1645 - Contagem Minas Gerais - CEP: 32210-180
+55 (31) 2101-3000