para esta quarta-feira

Governo federal adia anúncio de novas medidas para o RS

Estava prevista a divulgação de uma nova rodada de iniciativas de auxílio para o Estado para esta terça-feira (14)

Por Gabriela Oliva
Publicado em 14 de maio de 2024 | 17:46 - Atualizado em 14 de maio de 2024 | 18:29
 
 
 

BRASÍLIA. O governo federal decidiu adiar o anúncio das medidas para o Rio Grande do Sul, que inicialmente estava programado para a tarde desta terça-feira (14). A divulgação foi postergada para esta quarta-feira (15). O presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva (PT), deve oficializar as iniciativas diretamente do Rio Grande do Sul, durante sua terceira visita ao Estado. As enchentes já resultaram em 148 mortes.

De acordo com o Palácio do Planalto, o adiamento foi necessário porque Lula pretende fazer a divulgação das ações em conjunto com o presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL), do Senado, Rodrigo Pacheco (PSD-MG), e do Supremo Tribunal Federal (STF), Luís Roberto Barroso.

Medidas em prol do RS

Na segunda-feira (13), o presidente Lula anunciou a suspensão do pagamento da dívida do Rio Grande do Sul com a União por 36 meses. Essa medida proporcionará ao Estado gaúcho uma folga orçamentária de quase R$ 11 bilhões, os quais serão exclusivamente direcionados para as ações de reconstrução após as enchentes.

Na semana anterior, o governo federal havia divulgado um pacote de aproximadamente R$ 50,9 bilhões para auxiliar produtores rurais, trabalhadores, assalariados, empresas, prefeituras e beneficiários de programas assistenciais. As medidas abrangem o adiantamento do abono salarial, do seguro-desemprego e da restituição do Imposto de Renda, entre outros benefícios.

Notícias exclusivas e ilimitadas

O TEMPO reforça o compromisso com o jornalismo profissional e de qualidade.

Nossa redação produz diariamente informação responsável e que você pode confiar. Fique bem informado!