Goiás

Novo Lázaro: Acusado de crimes em série se entrega à policia

Ele matou a namorada grávida de quatro meses, a enteada, de 2 anos e 9 meses, e um fazendeiro, de 73 anos, com um tiro na cabeça, em Corumbá de Goiás, no último domingo

Por Renato Alves
Publicado em 04 de dezembro de 2021 | 08:45
 
 
 

O homem que matou três pessoas e baleou outra em Corumbá de Goiás, no Entorno do Distrito Federal, se entregou à polícia na manhã deste sábado (4), após cinco dias foragido. Wanderson Mota Protácio, 21 anos, estava se escondendo na área rural das vizinhas Alexânia e Abadiânia, ambas em Goiás.

Wanderson se entregou em um posto da Polícia Militar de Goiás de Gameleira de Goiás, a cerca de 100 quilômetros de Goiânia. Em seguida foi levado à delegacia de polícia da cidade, onde, neste momento, presta depoimento.

O criminoso teria tomado a decisão de terminar com a fuga, que já durava cinco dias, após entrar em uma fazenda na noite de sexta-feira (3) e ser acolhido pelo casal dono da propriedade. A mulher ofereceu água, comida e roupas limpas, já que ele estava sujo, molhado e com frio. Após convencê-lo a se entregar, o próprio casal levou Wanderon ao posto policial da cidade, no início da manhã deste sábado.

A mulher do fazendeiro contou à polícia que Wanderson era conhecido da família. Ela disse que o suspeito chegou à propriedade, entrou, conversou com as vítimas, tomou refrigerante, sacou a arma e deu um tiro. Mas, com o tempo, foram conversando, até e ele ser convencido a por um fim à fuga. Uma força-tarefa com ao menos 50 policiais, um helicóptero e cães farejadores foi montada pela Polícia Civil atuou nas buscas dele. 

O homem matou a namorada grávida de quatro meses, a enteada, de 2 anos e 9 meses, e um fazendeiro, de 73 anos, com um tiro na cabeça, em Corumbá de Goiás, no último domingo (29). Ele ainda tentou estuprar a mulher do proprietário rural, que reagiu e levou um tiro em um dos braços, mas sobreviveu. 

Antes de ele se entregar, a informação mais recente sobre o paradeiro de Wanderson era que, após pegar carona com um motociclista desconhecido, ele teria descido em Mocambinho, distrito de Gameleira, a aproximadamente 56 quilômetros de Abadiânia, na sexta-feira. A única escola do distrito ficou fechada quinta e sexta por precaução. Para se mantter na fuga, Wanderson fez pequenos furtos e roubos. entre outras coisas, roubou celulares, que vendeu logo em seguida.

O caso remeteu ao terror provocados pelos crimes cometidos por Lázaro Barbosa, 32 anos, que levou a uma caçada cinematográfica e à morte dele por policiais goianos, na mesma região, há cinco meses. Aliás, Wanderson disse a vizinhos ter sido amigo de Lázaro, que após cometer assassinatos em série passou 20 dias fugindo das forças policiais, até ser morto em um confronto em 28 de junho.

Homem é acusado de outros crimes em 2019

Além do triplo homicídio, Wanderson é acusado de tentar matar uma mulher a facadas, em 2019, em Goianápolis (GO). O processo tramita no Tribunal de Justiça do Estado de Goiás (TJGO) e a sentença ainda não foi decretada. Nos autos, consta que a tentativa de feminicídio aconteceu em 8 de dezembro de 2019, quando Wanderson chegou em casa sob efeito de drogas e álcool pela manhã.

Com uma faca em mãos, o caseiro obrigou a vítima a entrar em um dos quartos da residência com ele. Com a negativa, o agressor desferiu vários golpes contra as costas da mulher. A faca chegou a quebrar e, depois disso, Wanderson fugiu pulando os muros e se escondeu em uma casa próxima.

Em 25 de novembro de 2019, ele se envolveu em outro crime, dessa vez em Minas Gerais. É apontado como participante na morte do taxista Maurício Lopes Mariano, de 25 anos, em São Gotardo. Wanderson foi preso na região com outras três pessoas (dois adolescentes). O taxista teria sido amarrado com o cinto de segurança e esfaqueado até a morte.

O TEMPO agora está em Brasília. Acesse a capa especial da capital federal para acompanhar o noticiário dos Três Poderes.

Notícias exclusivas e ilimitadas

O TEMPO reforça o compromisso com o jornalismo profissional e de qualidade.

Nossa redação produz diariamente informação responsável e que você pode confiar. Fique bem informado!